Estar Só nem Sempre é Ruim

Quem não vive de aparência, nunca estará só
Talvez a sós, mas nunca só
Quem vive de presença sempre estará sozinho
E não importa o quanto a sós evite ficar

Quem acha que mais é bom
Nunca sentirá o gosto do melhor…
Quem se molda sozinho
Aprende sem se machucar…
Quem se deixa influenciar
É moldado a vista de todos

Estar só pode ser ruim
Mas nunca será só por isso
As vezes o seu só está a sós porque sua companhia não é o suficiente

Anúncios

Hipocrisia

Sou filho de ninguém,
Nasci sem ninguém
Cresci como bastardo
Vivi como um qualquer
Que está sempre com ninguém;

Cresci como um a mais
Servindo apenas de menos
As custas de quem é grande…
Me veem com pena
“Ai dele que foi abandonado”

Você me procura
Diz que foi um erro
Mas teu hálito cheira a más intenções
Maldita a tua pessoa
Olhos mentirosos
Boca insincera

Voltastes a quem nunca foi seu
Para tirar o que nunca lhe pertenceu
Vá embora,
Vá embora
De mim só terá o perdão
E pena…
Vivestes na miséria por escolha
E volta com a desgraça nas costas
Achando que são asas

.

.

.


Meu perdão não é suficiente?
Limpar sua consciência já não é demais?

Há Quem

Há quem diga que somos o que não somos,
Há quem diga que não somos quem somos
Há quem diga que chegar lá é impossível…
Quando na verdade já estamos lá faz muito tempo

Há quem não diga nada, apenas faça
Há aqueles que só falam e de nada fazem
Há quem vive querendo
E morre no desejo
Há quem quer e consiga
Mas a custo de pessoas inocentes, pobres almas despidas de malícia e oportunismo.

Aprendi Tarde Demais

Aprendi tarde demais
Quando quem eu queria já nem aqui jazia
Aprendi quando já não tinha mais tempo
E vi tudo pelo qual eu lutava ir embora sem mais nem menos
Aprendi sem terminar o que devia ter aprendido
E descobri que não tinha aprendido nada
Aprendi o errado achando que era certo
A ilusão funcionou, por um certo tempo,
Mas não foi o suficiente para mantê-la por perto.

Eu Fujo (Oportunistas)

Doa a quem doer,
Só não faça-me sofrer
Seja o que for,
Só não faça-me arrepender
Dure o que durar,
Desde que seja inferior

Que nunca me atinja,
Que meus olhos só vejam o que me agrade
Mas fique esperto, não quero que você finja
Quero conhecer toda sua fragilidade

Morra aos pedaços em meu lugar
E faça-me o favor de não sujar o caminho
Mas antes de ir, deixe sua essência eu sugar
Assinado, com todo ódio, ardor e carinho de seu grande pior “amigo”.

Apenas Nomes Diferentes

Júlia diz que já me amou,
Achou que eu era rico e descobriu o que não gostou
Rafaela diz que nunca se agradou,
Bateu a porta na minha cara e se isolou
Natália disse que já se tentou,
Mas na verdade nunca se importou
Bia me queria em namoro, ela me contou,
Mas fingiu com um sorriso e nem me abraçou
Karina jurava que eu era tudo o que sonhou,
Mas quando dei um passo a mais ela se assustou
Alice gritava ao mundo que seu coração se apaixonou
Bastou o primeiro erro e ela me trocou
Fernanda definitivamente me encantou
E no final, só usou meu coração e o despedaçou
Thalia foi quem me desorientou
Porém acabei descobrindo que apenas me enfeitiçou
Larissa me lembrava a primeira a quem me tocou
De tanto lembrar o passado, o amor se afogou
Eduarda, de mim nunca se queixou
Mas também nosso amor logo se sufocou
Ana, de nosso relacionamento sempre se queixou
Mas não me deixava em paz quando tudo se acabou
Mônica era super carinhosa e sempre me preservou
Mas o excesso de ciúme levou-a ao chão de onde nunca se levantou
Sandra sempre confiou em mim e nunca se desconfiou
Coitada dela, menti e a enganei por egoísmo e de mim se separou

É, meu nome também não escapou
Gabriel vivia dizendo que nunca amou
Mas na verdade, o coração dele, depois de muito tempo se transbordou
E de tantas oportunidades perdidas, o coração dele se fragmentou
Ai dele que nunca nunca se ajudou,
Pobre coitado que apenas tempo desperdiçou.


Vinho

Quando pego a taça,
Anseio pelo ponto final
O mais rápido o possível…

A taça é meu dado do azar
Quando esvazia
Me traz o gosto de ser aquele que já fui
O gosto é amargo,
Mas viciante,
Portanto logo sirvo outra taça,
Quem saiba eu dê sorte agora.

Meu Singelo Erro

Peço perdão pelos meus maus costumes,
Meu erro é achar estar errado…
Minha mente me confunde,
Engana e diz que te machuco…
Longe de mim afastar a quem me faz

A punição é preferível à ver-te sofrer!
Mil vidas pelo certo
Mil vidas pelo teu sorriso

Perdoa-me, não pelo que faço
Mas sim pelo que falo
Aceita meu abraço,
E verás que sou verdadeiro contigo.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora